Marsz żałobny, Władysław Podkowiński - 1894.

II
XCIX a morte em fado em mim

morrer tornou-se sabedoria
nas horas de garrafas vazias
custou-me tanto viver
tantas vezes na minha vida
que morrer queria tanto
que morrer parecia fado
sem que matar-me
fado se realizasse – morre
de uma vez ou vive
em mim alguma coisa
que me faça sentir vida
dentro da morte
que é tanta em mim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on pocket
Rui Sobral

Rui Sobral

Escritor que lê, escreve e medita. E repete todos os dias, não necessariamente na mesma ordem.

PARTILHAR