Alexandre O’Neill | Uma Vida de Cão

CLUBE DOS POETAS MORTOS ALEXANDRE O’NEILL Um dos fundadores do Movimento Surrealista de Lisboa, Alexandre O’Neill, consagrado poeta e prosista do século XX (com uma carreira dedicada às letras, da publicade às crónicas), autor do famoso chavão “há mar e mar, há ir e voltar”, nasce em Lisboa em 1924, estreando-se com A Ampola Miraculosa […]

III | XVIII CORPOS NOSSOS DOIS

Figuras na praia, 1931, Pablo Picasso POESIA RUI SOBRAL IIIXVIII corpos nossos dois do chão os pés que pisasas histórias por contartristes amargurasde vidas por viverdo chão os pés tão nossossapatos rasgadoscoelhos no chãocigarros nos olhoseu quero ver-te irrasgar partir mentirbeber só dos teus olhosamar amar no chãoamor tu és só minhaamor não és só […]