JAZZ

Portrait of Germaine Nellens. René Magritte. 1962

POESIA JAZZ LÍVIA PELLEGRINI enquanto dançam em mim todas as vozes do dia a lua vai crescendo decidida a gaveta do criado está aberta o chá ferveu o bolo acabou na vitrola o mesmo disco há meses pela janela, a brisa fica refém do meu corpo presa fácil do amor espero sem expectativa aquela serenata. […]

efeito kahlo kuleshov

Tramonto sul mare, Pierre-Auguste Renoir, 1879 eNSAIO – PROSA – OPINIÃO efeito kahlo kuleshov calí boreaz estou imóvelsuspeito que me tornei um quadrocom debrum de areia   pequenas conchase pontas de cigarroà minha beira está o mar em marçoele desatentamente cospe nos meus pés. e atravésde mim desamarro o vendaval morse/ não escutes. ainda estou […]

TESOUROS

POESIA TESOUROS LÍVIA PELLEGRINI Das voltas que o mundo dáencontro em cheiocom o ponto de partida Entre sonhos, visitas eespelhosA notória presença da falta Não esqueçamos, prezados insurgentes!que o vazio é o que permiteo movimentodas partículas O que não pode faltarespecialmente pela manhã –é o café. Sem título, Pedro Santos Share on facebook Share on […]

DILÚVIO

DILÚVIO, por Mariana Cordeiro

poesia dilúvio BRUNO FIDALGO DE SOUSA um dilúvio é a única catástrofeinconcebível pela atualidade. sabem-seser reais as ondas, o espreguiçar da Terra,mas ainda se duvida das nuvens. ainda se crêna metafísica, na fé, na tísica, no dormir de pé. ainda não se afinou a pontaria. há embarcaçõesque cheguem para suportar quem reste – quemsabe flutuar. […]