“Tenet”, de Christopher Nolan (2020)

crítica TENET CHRISTOPHER NOLAN [2020] Ver Tenet (2020) pela primeira vez é como naufragar numa ilha deserta, sem tripulação a acompanhar, e, horas antes de acordar com uma ressaca repleta de dor, bater com a cabeça na rocha mais dura da praia. Depois, lá aprendemos a pescar, a sobreviver, e vamos conhecendo os cantos à […]

“1917”, de Sam Mendes (2019)

CRÍTICA 1917 SAM MENDES [2019] Pela câmara cavalheira do irrepreensível cinematógrafo Roger Deakins, que nunca se coloca à frente das personagens, causando assim ainda mais receio ao espectador, seguimos a missão bélica destacada a Lance Corporal Blake (um inovador e engraçadíssimo Dean-Charles Chapman), que, no arranque do novo filme de Sam Mendes, “1917” (2019), seleciona […]

Seria um crime Martin Scorsese não realizar “O Irlandês”

crítica Seria um crime Martin Scorsese não realizar “O Irlandês”. “O IRLANDÊS”, MARTIN SCORSESE [2019] Robert De Niro, uma das estrelas do filme, vê representados nesta obra “negócios não resolvidos” com o cineasta. Depois de 3h29 de película digital, difundida para todo o mundo pela Netflix, ficam os pontos colocados em todos os is. “O […]

Indulgência Plenária, de Alberto Pimenta

crítica INDULGÊNCIA PLENÁRIA ALBERTO PIMENTA, EDIÇÃO LÍNGUA MORTA [2018] Quando a poesia encontra a realidade e, irreparavelmente, a funde nessa sublimação natural das palavras, as histórias que se diziam factos reforçam-se, dilatam-se. A literatura é exímia no relato narrativo; a poesia é perita na desconstrução (e construção, que a arte tem por hábito ser uma […]

Entre a Carne e o Osso, de Luís Filipe Parrado

crítica entre a carne e o osso luís filipe parrado, edição língua morta [2012] “Entre a Carne e o Osso” ficam uma lasca de madeira, poemas, luz e fruta. Muita luz, para refletir em plena condição a recheada fruteira de memórias, experiências, anseios. E perguntas. Com alguns receios. Esta primeira obra de Luís Filipe Parrado […]

“A Herdade” é um lugar perigoso, mas convém visitá-la

crítica “A Herdade” é um lugar perigoso, mas convém visitá-la “a herdade”, tiago guedes [2019] Não sei se esta obra de Tiago Guedes [“Odisseia” (2013)] é um olhar sobre uma quinta pela lente da Revolução de Abril, se vice-versa, mas penso que será um pouco de ambos. O filme analisa as três principais fases da […]

Variações (2019)

crítica variações joão maia [2019] Sob uma ambiciosa, porém conseguida realização de João Maia, um brilhante Sérgio Praia entra em cena, canta, e temos um filme repleto de Variações (2019). A história começa na demasiado pequena Vila de Fiscal, em Amares, Braga, aquando da Páscoa. Os três barcos que passam o ano submersos no ribeiro […]

Fósforos e Metal sobre Imitação de Ser Humano, de Filipa Leal

crítica fósforos e metal sobre imitação de ser humano filipa leal, edição assírio e alvim [2019] Escreve que “Não suja as mãos quem suja o poema” e que “este livro começou por ser uma tentativa de EXPOSIÇÃO DE ESCULTURA”. Filipa Leal continua a deambular sardonicamente pelos aspetos do quotidiano, espicaçando aqui e ali as exigências […]

“Era Uma Vez em… Hollywood” é o filme menos Tarantino de sempre, mas é mais Tarantino que nunca

crítica “Era Uma Vez em… Hollywood” é o filme menos Tarantino de sempre, mas é mais Tarantino que nunca. quentin tarantino [2019] Lâmpadas de néon começam a brilhar, ao ritmo daquela faísca que sempre contrasta com o cair da noite americana, e arranca a festa. Acendem-se cigarros, que nunca chegam ao fim, bebe-se whisky sem […]

A Cidade e as Serras, de Eça de Queirós

crítica a cidade e as serras eça de queirós, edição leya [2009] É fácil percorrer os parágrafos d’“A Cidade e as Serras” como um rato esquadrinha as prateleiras da despensa de uma casa de família: com a velocidade insaciável de uma corrida que tem por meta um pedaço de queijo parmesão. Deselegância literária à parte, […]